Vai abandonar o WhatsApp? Saiba escolher entre Telegram e Signal

Aplicativo de mensagens mais popular do mundo, o WhatsApp anunciou na última quarta-feira (6) que os usuários deverão compartilhar seus dados com o Facebook obrigatoriamente, a partir de fevereiro. Além disso, a empresa vai bloquear quem não concordar com os novos termos da plataforma.

Diante disso, muitas pessoas já pensam em abandonar o WhatsApp. Para estas, há pelo menos duas boas alternativas de mensageiros que não possuem relação com o Facebook e afirmam priorizar a privacidade.

Uma delas é o Telegram, criado pelos irmãos Nikolai e Pavel Durov, que também fundaram a maior rede social russa. A outra é o Signal, administrado por uma organização sem fins lucrativos.

Na dúvida sobre qual mensageiro escolher para substituir o WhatsApp? Confira um pequeno comparativo entre eles.

O Telegram tem um sistema de criptografia das mensagens privadas e em grupo que passam pela nuvem da plataforma. Mas a criptografia de ponta a ponta só existe nos chats secretos, onde você é avisado quando alguém tira um print da conversa.

Já no Signal, a criptografia ponta a ponta é padrão e protege até os metadados. Além disso, oferece opções extras de segurança, como bloqueio de captura de tela, desfoque de rostos em fotos enviadas e a exclusão automática de mensagens após a leitura.

A lista de recursos do Telegram chama a atenção. Há bots para as mais variadas finalidades, criação de enquetes e envio de arquivos de até 2 GB. Os usuários também encontram jogos, mensagens autodestrutivas e podem criar grupos de conversa com até 200 mil pessoas.

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on print
Share on email