Streaming se consolida como nova onda do entretenimento

O streaming é a grande onda da vez. Já era antes da pandemia do novo coronavírus e, durante a quarentena, com as pessoas confinadas em casa, se tornou a grande ‘vedete’ para consumidores de filmes e séries. A modalidade ganha cada vez mais espaço.

 Um grande exemplo é o NetFlix, onde a pessoa paga uma mensalidade e tem acesso a uma grande diversidade de filmes, séries e documentários, incluindo várias produções exclusivas.

Com o streaming, a pessoa pode assistir vídeos e ouvir música pela internet sem necessariamente precisar ‘baixar’ o arquivo no computador. E a facilidade de mobilidade também é outra vantagem, pois pode ser consumido no computador, notebook, tablet, celular e até pela televisão, desde que tenha a função Smart.

Uma pesquisa realizada recentemente pela empresa Nielsen Brasil em parceria com a Toluna, mostra que 42,8% dos brasileiros entrevistados assistem a conteúdos de streaming todos dias, enquanto outros 43,9% têm essa prática ao menos uma vez por semana.

Ainda de acordo com a mesma pesquisa, o Brasil está entre os dez países do mundo que mais consomem o produto. Assim, o potencial de crescimento do país é ainda muito grande.

Segundo a especialista em marketing digital, já estamos vivendo mudanças na forma de consumir esse tipo de conteúdo. “O período de pós-pandemia trará muitas consequências de um comportamento que praticamente a maioria da população foi ‘obrigada’ a adotar”, ressalta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *