Relógio smart do Facebook vai “substituir o celular” e competir com o Apple Watch

O Facebook prepara seu primeiro smartwatch, que pode ser equipado com uma tela destacável e duas câmeras. O relógio inteligente da rede social chegaria ao mercado apenas em 2022, e teria como enfoque a capacidade de substituir completamente um celular, além de criar conteúdo tanto para o Facebook quanto para o Instagram, graças ao conjunto de câmeras. Ele seria diferente de tudo que existe atualmente.

Não é a primeira vez que informações sobre um possível smartwatch da rede vazam na Internet. Em fevereiro, o site “The Information” relatou algo do gênero envolvendo um relógio Android mais convencional. O Facebook não confirmou em caráter oficial as informações divulgadas pela página.

O relógio do Facebook iria além do que oferecem dispositivos como o Apple Watch Series 6. Mais do que um relógio inteligente com funções próprias desse tipo de acessório, o produto da rede social teria capacidade de substituir completamente um celular, já que permitiria a realização de chamadas telefônicas, instalação de apps e viria acompanhado de câmeras.

Essas duas lentes teriam funções diferentes: uma delas, na face do smartwatch, seria usada principalmente para chamadas por vídeo e selfies, enquanto uma segunda câmera seria abrigada na estrutura do relógio e poderia ser destacada para uso.

Ela é descrita como capaz de produzir vídeos em Full HD e com sistema de foco automático. Para usá-la, seria preciso remover o relógio em si da moldura do pulso.

O Facebook estaria inclusive trabalhando com fabricantes de acessórios para a concepção de presilhas especiais que permitiriam fixar essa câmera removível em lugares como alça de uma mochila. O intuito é que o aparelho seja utilizado da mesma forma que um smartphone.

Ainda sem nome definido, o relógio do Facebook seria encontrado em preto, branco ou dourado. Mesmo que o lançamento da primeira geração não esteja confirmado — e possa até ser completamente cancelado — já existe pesquisa e desenvolvimento relacionado a eventuais segunda e terceira gerações do produto.

Fontes íntimas com o projeto também informam que há negociações em curso entre a rede social e operadoras de telefonia nos Estados Unidos. Embora ainda distante da produção em escala para um lançamento, estima-se que o dispositivo teria preço na casa de US$ 400 (R$ 2.012, em conversão direta).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *