Redes sociais não são dominadas pelos adolescentes no Brasil

Segundo pesquisa da consultoria comScore, que mede a visitação de páginas da internet, os adultos com mais de 45 anos são 27% do público desse tipo de plataforma na rede – a maior faixa entre os brasileiros.

O levantamento analisou a frequência de uso de plataformas como Facebook, Instagram, Twitter, Pinterest, LinkedIn, Snapchat, além do YouTube, com base em dados de abril deste ano. A segunda principal faixa etária foi a de adultos entre 25 e 34 anos, com 25%. Em terceiro, os adultos entre 35 e 44 anos, com 22%.

Já os jovens de 15 a 24 anos aparecem apenas em quarto lugar na audiência das redes sociais, com 20% dos usuários dessas plataformas. As crianças entre 6 e 14 anos fecham a lista, com 4,8% dos usuários.

O estudo da comScore leva em consideração que 121 milhões de pessoas estão conectadas hoje no Brasil. Destas, 88% (o equivalente a pouco mais de 114 milhões) acessam redes sociais uma vez por mês. A empresa ressaltou ainda que o País detém o maior consumo de redes sociais entre os mercados que analisa na América Latina.

Em média, os brasileiros passam quatro horas por mês nas redes sociais. Ao contrário do que acontece na média da população geral, os homens estão ligeiramente mais presentes que as mulheres nas redes sociais – 50,5% contra 49,5%, respectivamente.

Outro dado bastante interessante do levantamento é a predominância do celular como principal ferramenta de acesso às redes sociais – segundo a comScore, 68 milhões de brasileiros utilizam essas plataformas exclusivamente pelo smartphone.

O estudo também diz que a região Sudeste do Brasil concentra metade do consumo das redes sociais de todo o País – segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a região concentra 41% dos habitantes do território nacional. Logo depois, vem as regiões Nordeste e Sul.

Aplicativos

A pesquisa levou ainda em consideração outros tipos de ferramentas da internet, como aplicativos de mensagens instantâneas. O preferido dos brasileiros está longe de ser uma surpresa: segundo a comScore, o WhatsApp alcança 85% dos brasileiros, considerando o acesso por navegador e por aplicativos em dispositivos móveis.

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on print
Share on email