Quem vai poder sacar as contas ativas ou inativas do FGTS

O governo deve anunciar nesta semana a liberação de saques. De acordo com o ministro da Economia, Paulo Guedes, previsão é de liberar R$ 42 bilhões com a medida. A liberação valerá para os trabalhadores com contas ativas ou inativas. Em 2016, na gestão Temer, foram liberados os saques somente das contas inativas, que somaram R$ 44 bilhões.

O trabalhador pode consultar seu extrato do FGTS presencialmente no balcão de atendimento de agências da Caixa. Também é possível ir a um posto de atendimento e fazer a consulta utilizando o Cartão Cidadão, desde que tenha em mãos a senha. Não é possível consultar o extrato do FGTS pelo telefone.

No site da Caixa, é preciso informar o NIS (PIS/Pasep), que pode ser consultado na carteira de trabalho ou em algum extrato antigo que o trabalhador tenha, e usar uma senha cadastrada pelo próprio trabalhador. É possível usar ainda a Senha Cidadão. A página oferece a opção de recuperar a senha, mas é preciso informar o NIS. O serviço mostra dados cadastrais e lançamentos feitos na conta nos últimos seis meses.

O trabalhador pode consultar o FGTS no celular por meio de aplicativo para smartphones. Ele está disponível para download, de graça, em celulares com qualquer sistema operacional: Android (baixe na Google Play), iOS (baixe na App Store) e Windows (baixe na Windows Store).

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on print
Share on email