‘Mini SUVs’ devem invadir Brasil e ameaçam futuro de hatches

Todo mundo sabe que os SUVs invadiram o mercado brasileiro com tudo. Mas, depois da enxurrada de novidades nos últimos anos, uma nova leva de modelos deve aportar no país em breve: os “mini SUVs”.

O segmento pode ser novidade por aqui, mas já existe em outros grandes mercados da indústria automotiva, como a Índia. Foi lá onde nasceram os projetos de dois modelos cotados para cá: Nissan Magnite e Renault Kiger.

Ambos são feitos sobre a plataforma CMF A+, uma versão modificada da base do Renault Kwid. Agora ficou fácil entender porque esses modelos têm grandes chances de serem fabricados aqui.

O NIssan Magnite é apontado pela imprensa especializada como forte candidato a preencher a lacuna deixada pelo March, que saiu de cena neste ano.

Faria todo o sentido, especialmente em um mercado cada vez mais ávido por utilitários esportivos.

O carro nasceu como um projeto da Datsun, marca de baixo custo da Nissan que será extinta em breve.

A versão definitiva do SUV já foi revelada no mercado indiano, mas seu lançamento acontecerá somente em dezembro, com início das vendas no ano que vem.

Até agora, as únicas medidas reveladas foram os 205 mm de distância em relação ao solo e o porta-malas com capacidade para 336 litros – quase 100 litros a menos do que o Kicks. Sabe-se, porém, que o carro terá menos de 4 metros de comprimento – uma forma de usufruir da legislação indiana, que cobra menos impostos para veículos menores do que 4 metros.

E já que falamos nele, as linhas do Magnite são bem parecidas com as do Kicks. Faróis afilados e silhueta do teto são alguns elementos que aproximam os dois SUVs. Mesmo assim, a Nissan conseguiu dar personalidade ao projeto, que traz lanternas horizontais e um interior mais simples, mas não por isso menos atraente.

As versões mais caras do mini SUV terão itens como controles de estabilidade e de tração, central multimídia com tela tátil de oito polegadas e suporte a Android Auto e Apple CarPlay sem fio, câmera com visão em 360 graus, painel com display digital em TFT, carregador de celular por indução e sistema de som JBL com seis alto-falantes.

A aliança Renault-Nissan não é a única a apostar no sucesso dos “mini SUVs”. Hyundai e Kia também oferecem seus modelos com pretensões globais.

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on print
Share on email