Leve e criativo’, por que o TikTok ‘bombou’ na quarentena

O mercado para redes sociais parecia impenetrável nos últimos anos. Facebook, Twitter, Instagram e YouTube se consolidaram como as plataformas sociais mais usadas. A empresa chinesa ByteDance, considerada a startup mais valiosa do mundo, no entanto, encontrou o seu jeito de entrar nesse disputado ringue e rivalizar com as gigantes das mídias sociais ao criar o aplicativo TikTok.

Com uma dinâmica simples, a rede social tem como base a criação de vídeos curtos, de até 60 segundos, que podem ser incrementados com dublagens, músicas e recursos gráficos, como filtros e texto. Os usuários têm a opção de visualizar os conteúdos em dois feeds, um que contém as pessoas que eles seguem, e um outro em que aparecem sugestões feitas pela própria plataforma.

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on print
Share on email