Aplicativo vai alertar quem teve contato com pessoa positiva ao vírus

Um aplicativo para fazer o cruzamento dos casos de coronavírus vai ser utilizado pelo governo italiano. Chamado de Imunes, ele não será obrigatório com o objetivo de manter o direito à privacidade. O dispositivo prevê que o usuário seja informado quando mantiver contato com uma pessoa positiva ao vírus, sem identificá-la. Isto permitirá que tome as providências de isolamento e comunique os demais indivíduos de suas relações naquele período. Por exemplo, se um trabalhador esteve próximo a outras pessoas e testar positivo, deverá inserir esta informação no aplicativo. Assim, seus colegas vão ser alertados imediatamente do problema. Ninguém saberá quem é o contagiado. O governo prevê que os dados ajudem a manter o controle sobre o covid-19 na fase dois prevista para iniciar na próxima segunda-feira.

Subiu a tensão entre o governo central italiano e as regiões a respeito da fase dois de convivência com o vírus. A Calábria, na região sul, considera que controlou a proliferação da doença e autorizou a reabertura de bares e restaurantes a partir de hoje. Pelo decreto do governo do Primeiro Ministro Giuseppe Conte, estas atividades somente poder]ao reabrir em primeiro de junho. Na Região da Basilicata, também no sul, o governador ordenou que todos os italianos provenientes de outras regiões devem ser colocados em quarentena. Já os que se deslocarem da região norte precisarão necessariamente submeterem-se a testes para o coronavírus. Isto contraria o que quer o governo central de uma retomada homogênea pelo país.

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on print
Share on email