Menu


Brasil não tem muitos avanços na área educacional

12 SET 2018
12 de Setembro de 2018

Os dados do Ideb, principal indicador de qualidade da educação básica no Brasil representado numa escala de 0 a 10, foram divulgados recentemente pelo MEC. O índice é calculado a cada dois anos para os anos inciais e finais do ensino fundamental e o ensino médio. Para compor o Ideb, O MEC leva em consideração as notas dos estudantes na prova do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e os índices de fluxo, compilados pelo Censo Escolar.

Os números divulgados pelo MEC mostram que o Brasil não tem muitos avanços na área educacional. Somente os anos iniciais do fundamental conseguiram cumprir a meta de 5,5, que já havia sido atingida desde 2015. Nessa etapa, o Brasil avançou até alcançar 5,8 pontos.

Na etapa seguinte, no entanto, começam os problemas. A meta estabelecida para os anos finais do ensino fundamental em 2017 era de 5 pontos, mas a média nacional foi de 4,7. No ensino médio, o país ficou quase um ponto longe da meta. Segundo as projeções do MEC, a etapa deveria alcançar 4,7 pontos em 2017, mas ficou em 38.

RIO GRANDE DO SUL

O Ideb 2017 nos anos iniciais da rede pública cresceu, mas não atingiu a meta e não alcançou 6,0. Tem o desafio de garantir mais alunos aprendendo e com um fluxo escolar adequado.

Voltar
Tenha também o seu site. É grátis!